Vitória da ABAMF: parcelamento de salário é inconstitucional

152

9937_374388822671587_661672719_nA ação da ABAMF junto representações de outras categorias da segurança pública obteve êxito. em caráter liminar a justiça determinou que o parcelamento dos salários pretendido pelo governo estadual é inconstitucional, e os salários devem ser pagos até o último dia do mês corrente.

O trabalho da representação dos servidores de nível médio da BM visa defender os brigadianos, que têm contas a pagar e estão assustados com as constantes ameaças do governo gaúcho de atraso e parcelamento dos salários.

ABAMF na luta pela categoria

Leia abaixo:

Tribunal de Justiça gaúcho determinou nesta quarta-feira (11/3) que ossalários dos sevidores estaduais da área da segurança não poderão ser parcelados. A decisão liminar do desembargador Jorge Luís Dall’Agnol atende pedido de entidades de classe que entraram com medida de segurança nesta manhã para impedir que o governadorJosé Ivo Sartori parcele os vencimentos.

Segundo o TJ, a decisão beneficia os servidores representados pela Associação Beneficente Antônio Mendes Filho dos Servidores de Nível Médio da Brigada Militar e Bombeiro Militar, Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia, Sindicato dos Servidores Penitenciários do Estado do Rio Grande do Sul e Sindicato dos Servidores de Instituto Geral de Perícias do Rio Grande do Sul.

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF