Piratini pede ‘mais silêncio’ a aprovados da Segurança acampados na Praça da Matriz

149

agrSartori conversou com os acampados, ontem, e pediu paciência

Aprovados dos concursos públicos das polícias Civil e Militar foram recebidos, hoje à tarde, pela chefia de gabinete do governador. O grupo, que espera ser nomeado, está acampado há mais de uma semana na Praça da Matriz, em frente ao Palácio Piratini. Representantes ouviram um apelo do Executivo para diminuírem o barulho em protestos feitos no local. O som invade a sede do governo e atrapalha o trabalho dos servidores e do próprio governador. Um dos líderes do movimento, André Gonçalves, disse que a resposta da categoria foi de que só farão silêncio se as negociações evoluírem.

Ontem, José Ivo Sartori saiu do Palácio Piratini e conversou com os acampados. O pedido do governador foi de paciência. Entretanto, Sartori foi claro ao garantir que dificilmente os aprovados serão convocados ainda em 2015. Conforme os manifestantes, Sartori sinalizou que a intenção do governo é aproveitar o grupo dentro do prazo de vigência do concurso, que é de dois anos.
“O problema, alertado ao governador, é que a maioria de nós está desempregada e não só o estado, como o País, está em crise. Estamos sem sustento e temos direito de ser chamados para um concurso para o qual nos preparamos, estudamos, pagamos a inscrição e fomos selecionados”, enfatizou André Gonçalves.
A intenção dos aprovados é manter o acampamento e os protestos, ao som de cornetas e com “muito barulho”.
Fonte:Voltaire Porto / Rádio Guaíba