Governo não oferece possibilidade de retomar horas extras, diz coordenador da Segurança

208
Luis Porto disse que o investimento maior agora é em tecnologia Foto: Eduardo Matos  / Rádio Gaúcha
Luis Porto disse que o investimento maior agora é em tecnologia
Foto: Eduardo Matos / Rádio Gaúcha

Coordenador de Gestão e Estratégia da SSP afirma que a alternativa é investir em tecnologia

O coordenador de Gestão e Estratégia da Secretaria da Segurança desabafou ao ser perguntado porque o pasta não retomava o pagamento de horas extras aos PMs para aumentar a sensação de segurança. O coronel Luís Porto disse que isso não depende da pasta e que, por isso, é preciso investir em alternativas, como em tecnologia.

“É preciso primeiro que o Governo tenha as condições financeiras possíveis e viáveis para que a gente possa retomar algumas coisas”, disse o coronel.

Ainda sobre as finanças, Luis Porto acrescentou. “Não é algo que somente a Secretaria de Segurança pode resolver. Não tem como a SSP retomar o pagamento de horas extras, ou a inclusão de mais policiais se o Estado do Rio Grande do Sul não oferece essa possibilidade”, desabafou o coordenador.

Luis Porto disse ainda que o investimento maior agora é em tecnologia, justamente por causa dos cortes ocorridos na pasta. Ele participou de reunião com a cúpula da segurança e o prefeito José Fortunati.

Rádio Gaúcha