Negado no STF pedido do Piratini para manter parcelamento de salários

177

supremo-tribunal-federalFazenda já há havia anunciado atraso nos repasses a municípios e o pagamento de fornecedores devido à decisão que beneficia servidores da pasta

O Supremo Tribunal Federal (STF) negou pedido da Procuradoria-Geral do Estado (PGE) para manter o parcelamento anunciado de salários a 20 categorias de servidores públicos estaduais. As representações conseguiram decisões liminares obrigando o pagamento em parcela única. O Executivo recorreu ao órgão superior, mas o resultado foi negativo. A Secretaria da Fazenda foi informada há pouco da decisão e ainda examina a medida.

O pagamento dos salários do funcionalismo deve ocorrer até amanhã, último dia útil do mês. A intenção do Executivo é parcelar valores acima de R$ 5,1 mil. Servidores da Fazenda já haviam garantido o pagamento de forma integral, o que vai ocorrer amanhã, graças a uma decisão de 2005 que impede o parcelamento de vencimentos para a categoria.

Mais cedo, a Fazenda já há havia anunciado o atraso nos repasses a municípios e o pagamento de fornecedores devido à decisão que beneficia os servidores da pasta.

Fonte:Samuel Vettori / Rádio Guaíba