Patrulha Maria da Penha de Santa Maria começa em 30 de junho

177
Policiais fazem visitas a mulheres vítimas de agressões que tenham medida protetiva Foto: Tadeu Vilani  / Agencia RBS
Policiais fazem visitas a mulheres vítimas de agressões que tenham medida protetiva
Foto: Tadeu Vilani / Agencia RBS

Brigada Militar do município recebeu viatura para o projeto

A partir de 30 de junho, Santa Mariapassa a contar com uma Patrulha Maria da Penha. O projeto atua em áreas onde há casos de violência contra mulherese envolve uma viatura com pelo menos dois policiais.

Desde 2013, a cidade tem brigadianos treinados para o projeto. Em geral, as patrulhas contam com um casal de policiais que rondam as áreas onde há medidas protetivas para mulheres que sofreram violência. Uma viatura adesivada está disponível para circular por esses locais, fiscalizando o cumprimento das determinações judiciais e inibindo reincidência de agressões.

No dia do lançamento, o trabalho também será iniciado, segundo a tenente-coronel Najara Santos da Silva, responsável pelo projeto da Patrulha Maria da Penha no Estado. O governador José Ivo Sartori e o secretário de segurança pública, Wantuir Jacini estarão presentes. Najara ainda afirma que há possibilidade de ampliação da patrulha na cidade.

Atraso

O projeto havia sido anunciado para 2014 durante visita de autoridades de segurança à cidade. Segundo a Divisão de Políticas de Segurança Púbica para Mulheres, o atraso ocorreu devido a ajustes de agenda ocorridos durante a transição de governos.

Apesar de ter fechado a Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres, o Governo Estadual pretende dar andamento à iniciativa, que também deve ser implantada em Bagé, Bento Gonçalves, Erechim, Ijuí e Santa Rosa. Os recursos foram disponibilizados pelo Governo Federal, ainda em 2013, para o treinamento de centenas de brigadianos, além da compra de 30 viaturas.

GAÚCHA SM