Deputados da base aliada do governo gaúcho dizem sim ao aumento da violência

217

ffttO governador Sartori enviou uma proposta medonha à Assembleia Legislativa, que congela o custeio da máquina pública e o salário dos servidores. Apesar de toda a mobilização das associações, sindicatos e sociedade, os deputados da base do governo aprovaram ontem(14/7), por 31 votos a favor e 19 contra, os projetos do Executivo. Isto irá se transformar, logo adiante, em aumento da violência e da criminalidade nas ruas, falta de atendimento na saúde. Em suma, pessoas pagarão com a vida pela decisão dos deputados.

A ABAMF estará debatendo com os presidentes das Regionais e conselheiros a resposta que os brigadianos darão ao desrespeito e desprestígio do governo Sartori com a categoria. As proposições aprovadas deixam clara a intenção do governo de não pagar os reajustes já negociados, promovendo um escandaloso arrocho salarial até o fim do mandato.

A sociedade sentirá na pele e saberá pelos números da violência que a polícia foi paralisada através dos projetos do governo gaúcho, e, os criminosos estão livres para agir. Se o chefe de polícia do RS tinha medo de sair para a rua à noite, a partir de agora então…

Esses deputados votaram contra a segurança pública e a sociedade gaúcha:

PMDB

Alexandre Postal

PMDB

Álvaro Boessio

PMDB

Gabriel Souza

PMDB

Gilberto Capoani

PMDB

Ibsen Pinheiro

PMDB

Tiago Simon

PMDB

Vilmar Zanchin

PP

Frederico Antunes

PP

Gerson Borba

PP

João Fischer

PP

Marcel van Hattem

PP

Sérgio Turra

PP

Silvana Covatti

PDT

Eduardo Loureiro

PDT

Enio Bacci

PDT

Gilmar Sossella

PDT

Juliana Brizola

PDT

Marlon Santos

PDT

Regina Becker Fortunati

PSDB

Adilson Troca

PSDB

Jorge Pozzobom

PSDB

Pedro Pereira

PSDB

Zilá Breitenbach

PSB

Catarina Paladini

PSB

Elton Weber

PSB

Liziane Bayer

PPS

Any Ortiz

PRB

Sérgio Peres

PV

João Reinelli

PSD

Mario Jardel

PR

Missionário Volnei

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF