Governo do RS garante reajuste em novembro a servidores da segurança

181

Após protesto, chefe da Casa Civil recebeu representantes das categorias.
Ele garante que o aumento previsto para o fim deste ano será concedido.

O governo do Rio Grande do Sul concederá em novembro deste ano o segundo reajuste previsto para os servidores da segurança pública – o primeiro, em maio, foi cumprido. A garantia é do chefe da Casa Civil do Rio Grande do Sul, Márcio Biolchi, que recebeu na tarde desta segunda-feira (7) representantes das categorias de servidores da segurança pública no estado.

“Vamos reconhecer a integralização na folha de novembro mesmo sem ter a garantia de fazer esses pagamentos em dia como fizemos em maio. No mês de maio, foram R$ 28,9 milhões a mais pagos para o servidor da segurança pública. Vamos repetir isso pela importância que tem e por reconhecer o desnivelamento que existe em relação a outros estados da federação na área de segurança”, disse Biolchi em entrevista ao RBS Notícias .

Protesto servidores segurança Porto Alegre (Foto: Abamf/Divulgação)
Protesto reuniu 9 mil servidores da segurança em Porto Alegre (Foto: Abamf/Divulgação)

Na tarde desta segunda, policiais da Brigada Militar e da Polícia Civil, agentes da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) e funcionários do Instituto-Geral de Perícias (IGP) realizaram um protesto que causou transtornos no trânsito no centro da cidade. Segundo a Brigada Militar, havia cerca de 9 mil pessoas presentes.

As categorias exigem melhores condições de trabalho e protestam contra o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do governo de José Ivo Sartori que seria votado nesta terça na Assembleia. A votação acabou adiada em razão da morte de um funcionário.

Apesar de garantir o segundo reajuste previsto para este ano, Biolchi não deu certeza de que os aumentos previstos para 2016 serão cumpridos. “Vamos saber no decorrer desse ano quais serão as propostas votadas, aprovadas na Assembleia. Não teríamos como avançar nas outras, e nem nos solicitaram. O receio era o mês de novembro”, explicou.

O secretário afirmou que no ano que vem deverão ser chamados os aprovados em concursos públicos na área da segurança. “Vamos nos esforçar para poder fazer [as chamadas] no decorrer do ano que vem, o mais breve possível, e não prejudicar os concursados que já prestaram suas provas”, declarou.

ASSISTA AQUI

Do G1 RS