Representações da segurança pública pedirão prisão do governador em caso de atraso dos salários

190

IMG_3239Reunidas na tarde de 16 de julho, ABAMF, ASSTBM, ABERGS, AOfSBM, UGEIRM, SINPOL, SINDIPERÍCIA  e      AMAPERGS, decidiram que solicitarão a justiça a prisão e multa ao governador José Ivo Sartori,  por descumprimento de decisão judicial que garante o pagamento integral dos salários, caso os servidores não recebam o pagamento no final do mês. As representações ressaltam, ainda, que o fato provocará reunião emergencial para convocação de assembleia geral unificada do setor da segurar pública, que deve resultar em paralisação ou greve.

Conforme os representantes das categorias, a notícia do atraso está publicada nos  principais jornais do estado. Mas, lembram que não há uma posição oficial do governo gaúcho e, em meses anteriores, os trabalhadores também ficaram sob ameaça, mas o salário foi depositado. Para os líderes das categorias, os servidores da segurança pública não suportam mais este jogo de horror que é feito todos os meses, com ameaça de atraso ou não-pagamento. “ Se o governador de fato atrasar o pagamento será a gota d’água”, disse Leonel Lucas, da ABAMF.

IMG_3241

As  representações também tem outra preocupação. A tramitação do PL 206/15, está no Legislativo e pode trazer mais prejuízos aos servidores. O trabalho das representações será para convencer deputados a votar a contra a precarização do atendimento à população.

Outra definição do encontro é combater a idéia passada pelo governo do RS de que é preciso sacrificar os servidores estaduais para melhorar as contas, pois nem o Tribunal de Contas do Estado aceita os números apresentados pelo atual governo.

A reunião terminou com uma notícia que abalou os participantes.  Mais um policial civil baleado. Desta vez,  em Alvorada. Exemplo da crescente violência no RS, sem que o governo estadual nada faça.

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF