Rio Grande do Sul tem policiamento comunitário em 22 municípios

103
RS está entre os estados modelos, onde ocorrem os cursos de formação
RS está entre os estados modelos, onde ocorrem os cursos de formação

O comandante-geral da Brigada Militar (BM), coronel Alfeu Freitas Moreira, fez a abertura do Curso Internacional de Multiplicador de Polícia Comunitária, nesta segunda (20), na sede do Comando, em Porto Alegre. A iniciativa faz parte do acordo de cooperação técnica na área de Polícia Comunitária – Sistema Koban, firmado entre o Brasil e o Japão, com a finalidade de desenvolver políticas de gestão e multiplicação de cursos de capacitação no Brasil e no país asiático.

A programação vai até 31 de julho, com aulas teóricas e práticas nas cidades de Bento Gonçalves, Farroupilha, Caxias do Sul, Passo Fundo e Novo Hamburgo. A coordenação é do major André Marcelo Ribeiro, e os instrutores são policiais militares do RS, São Paulo e Minas Gerais, estados modelos onde ocorrem os cursos de formação.

De acordo com o coronel Freitas, a BM se sente honrada em receber os 41 alunos militares vindos de 22 estados brasileiros. Ele apresentou ao grupo o trabalho que vem sendo realizado nos Núcleos de Policiamento Comunitário no Estado a partir da metodologia japonesa. Segundo o comandante-geral, 22 municípios gaúchos possuem núcleos atendidos por PMs que residem nos locais onde farão o policiamento.

“Estamos utilizando a experiência japonesa, fortalecendo a nossa polícia comunitária, incentivando cada vez mais a troca de informações e estreitando os laços com a comunidade”, destacou o coronel Freitas.

No Japão, o policiamento comunitário existe há 130 anos. Abrange todas as 47 províncias, através das bases de segurança comunitária e bases de segurança comunitária distrital, onde os policiais residem.

Esta é a terceira edição no Brasil e a primeira vez em Porto Alegre, fruto de uma parceria entre a Secretaria Nacional de Segurança Pública, Agência de Polícia Nacional Japonesa, Agência de Cooperação Internacional Japonesa (JICA), Agência Brasileira de Cooperação (ABC), Polícia Militar do Estado de São Paulo, Polícia Militar de Minas Gerais e Brigada Militar do Rio Grande do Sul.

JORNAL AGORA