Esposas, filhas e parentes de brigadianos fazem panelaço na porta do Palácio Piratini

206

IMG_3275Quem passou em frente ao Palácio Piratini, perto das 16 horas, no dia 6 de agosto, viu mulheres batendo panelas na porta do Palácio Piratini. Foi mais um protesto contra o parcelamento dos salários dos servidores estaduais, a pedalada nos reajustes e a falta de efetivo na BM. A ala feminina da ABAMF, por vezes, trancou a Rua Duque de Caxias, cantou o hino Riograndense, e bradou muitas palavras de ordem contra as atitudes do governo Sartori.

Integrantes da Casa Civil convocaram uma comissão de mulheres para dialogar. Somente conversa, pois o que os servidores desejam ver é uma atitude do governo que mude a realidade de penúria e martírio a  que estão submetidos os servidores estaduais gaúchos.

Pelo interior do RS prosseguem as reuniões regionais visando a assembleia conjunta do dia 18 de agosto, que pode decidir por parar os serviços públicos no RS.

IMG_3272IMG_3270

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF