LUTO e REVOLTA. Enquanto governo economiza PMs morrem tentando evitar violência

206

 

hghA ABAMF está triste e revoltada, assim como toda a Família Brigadiana. Mais um jovem policial militar perdeu a vida tentando evitar a violência nas ruas, lutando para proteger cidadãos de bem. Mais uma familia de policial militar que chora. Desta vez, a vida interrompida foi do SOLDADO DO 1º BPM, MARCOS CORREA LUCAS, 24 anos.

Enquanto o militar  era assassinado, o governo debatia como economizar, onde mais é possível cortar, deixando os militares sem ânimo, expostos e sem salário.  E, alguns pagam com a própria vida.

Mais uma vez, a ABAMF alerta SENHOR GOVERNADOR. O efetivo da BRIGADA MILITAR está muito abaixo da necessidade.

A ABAMF ALERTA AOS LEGISLADORES E A JUSTIÇA: Bandidos não podem continuar cometendo crimes e saindo da delegacia até antes dos PMs, devido à fragilidade da lei.

HOJE, ENQUANTO MUITOS PMs ESTARÃO TRABALHANDO E LUTANDO PARA RECEBER O SALÁRIO DO MÊS DE JULHO, MAIS UM BRIGADIANO ESTARÁ SENDO ENTERRADO.

AS MÃOS DOS POLÍTICOS ESTÃO SUJAS DE SANGUE.

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF