Prefeitos do litoral Norte temem queda no policiamento ostensivo durante o verão

127

16021226Falta de policiais e facilidade em se deslocar para Santa Catarina podem fazer gaúchos não irem para o litoral do Estado, alerta presidente de associação

Um grupo de prefeitos da Associação dos Municípios do Litoral Norte se reúne, nesta sexta-feira, com o secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Sul, Wantuir Jacini. O encontro ocorre nesta manhã, em Osório. O objetivo do encontro é tratar sobre a possibilidade de redução do policiamento ostensivo durante a operação Verão 2016.

A associação dos Municípios teme que uma possível falta de policiais poderá provocar redução no número de veranistas e, consequentemente, prejuízos econômicos para a região. O presidente da Amlinorte e prefeito de Palmares do Sul, Paulo Lang, afirmou que tem informações de que o número de PMs a serem enviados às praias deve ser 40% menor do que no veraneio passado.

“Com a liberação da ponte em Laguna e a queda no efetivo, nosso medo é que os veranistas não venham para cá neste verão. Mesmo com a crise, estamos investindo para garantir estrutura aos veranistas, mas se eles não vierem, será um caos”, disse. A Brigada Militar ainda não confirmou a redução no efetivo durante o período.

A reunião também vai tratar sobre o Samu e a manuntenção do sistema de videomonioramento nos municípios. A assembleia dos prefeitos também vai tratar da criação de um escritório regional da Junta Comercial do Rio Grande do Sul.

Fonte:Eduardo Paganella / Rádio Guaíba