Rejeição aos projetos do governo é total

136

11855827_890884890966553_6003111561289999157_nBrigadianos, mesmo em serviço, apoiaram os colegas que participaram da manifestação do dia 18 de agosto. Os projetos enviados pelo governo gaúcho tem rejeição de toda a categoria. Além disso, as dificuldades para prestar um bom serviço, com a falta de efetivo, cortes no combustível de viaturas, horas-extras, entre outros, deixa os brigadianos insatisfeitos.

Para mostrar que anda no caminho contrário dos trabalhadores fardados, o governo enviou projetos à Assembleia Legislativa do RS objetivando mexer na previdência dos servidores, aumentar o tempo de serviço para a aposentadoria, acabar com a licença-prêmio e a promoção na ida para a reserva remunerada.

O descontentamento é tamanho que os pedidos de ida para a reserva somam centenas e o déficit no efetivo da Corporação já ultrapassou os 50%. A população clama por segurança, mas o governo estadual parece não ouvir o clamor do povo gaúcho.

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF – MTb 7355/RS