Servidores bloqueiam saída de viaturas em Santa Maria

211
Servidores impedem saída de viaturas em Santa Maria
Servidores impedem saída de viaturas em Santa Maria

Cerca de 50 servidores estaduais bloqueiam a saída de viaturas da Brigada Militar (BM) do quartel que fica na Rua Pinto Bandeira, bairro Nossa Senhora das Dores, desde às 7h desta segunda-feira.

Estão no local representantes do Sindicato dos Escrivães, Inspetores e Investigadores de Polícia (Ugerim-RS), Associação Beneficente Antonio Mendes Filho da Brigada Militar (Abanf-RS) e 2º Núcleo do Centro dos Professores Estaduais do Estado do Rio Grande do Sul (Cpers-RS).

O protesto das categorias é pelo pagamento de R$ 600 ao funcionalismo público confirmado no sábado (29) e disponível na conta dos servidores desde esta segunda-feira (31). Saiba como fica o pagamento neste mês do funcionalismo público (abaixo).

De acordo com John Wayne Medina de Campos, da Abanf em Santa Maria, a mobilização vai se estender até, pelo menos, às 12h. “Nenhum policial em viatura ou a pé fará policiamento nesta manhã em Santa Maria”, conta. “Como que os colegas podem trabalhar tendo somente R$ 600 para tocar o mês? Com a família sem comida na mesa? Com que condições psicológicas?”.

Pablo Mesquina, representante do Ugerim em Santa Maria, conta que os policiais civis apoiam a ação. “Em solidariedade à categoria, que não pode entrar em greve, nós estamos aqui bloqueando a saída dos efetivos”.

Conforme o major Paulo Antônio Flores de Oliveira, sub-comandante do 1º Regimento de Policiamento Montado (1º RPMon) em Santa Maria, é aguardada a orientação por parte do comando regional quanto ao que será feito. Ele aponta, apesar disso, que nenhuma viatura saiu do quartel nesta segunda.