Brigadianos podem ficar fora do desfile de 20 de setembro

212
Associações irão orientar brigadianos a não participar do desfile de 20 de setembro
Associações irão orientar brigadianos a não participar do desfile de 20 de setembro

A tradicional participação da Brigada Militar no desfile de 20 de setembro está ameaçada.  O presidente da Associação ABAMF confirma que deve haver um boicote; “o parcelamento dos salários do funcionalismo público e a onda de manifestações de servidores públicos pode afetar o desfile de 20 de setembro”, alertou Leonel Lucas.

No dia 7 de setembro, apenas a Brigada Militar confirmou presença, com a participação de agentes do Batalhão de Operações Especiais (BOE), da Academia de Polícia Militar, Comando Rodoviário da Brigada Militar e Corpo de Bombeiros.

Os policiais civis pretendem fazer manifestações no Desfile Farroupilha. “Estamos avaliando sobre o que faremos no 20 de setembro. Nós vamos aguardar a convocação e decidir o que vamos fazer. Se a gente participar, será com protesto na avenida. Nós vamos demostrar o nosso descontentamento para com o governo do Estado”, adiantou Isaac Ortiz, presidente da UGEIRM.

O posicionamento da ABAMF deve ser o mesmo das outras representações brigadianas que lutam para que policias e bombeiros militares recebam o salário de forma integral. Além disso, projetos que o governo do RS enviou à Assembleia Legislativa e podem ser votados a qualquer momento cortando reajustes, retirando direitos e mudando as regras da ida para a reserva remunerada, descontentam os brigadianos.

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF