Dois são condenados pela morte de sargento da BM em Caxias

134
Julgamento terminou no final da noite desta sexta (11) Foto: Suelen Mapelli / Gaúcha Serra
Julgamento terminou no final da noite desta sexta (11)
Foto: Suelen Mapelli / Gaúcha Serra

Jorge Alberto Amaral, 44 anos, foi assassinado em fevereiro de 2013

Isac Francisquetti de Souza, conhecido como Buiu, 29 anos, e Renato Correa Drum, o Diogão, 27; foram condenados no final da noite desta sexta-feira (11) pela morte do sargento da reserva da Brigada Militar Jorge Alberto Amaral, de 44 anos. O crime aconteceu na noite de 19 de fevereiro de 2013 no bairro Floresta, em Caxias do Sul.

O sargento perseguia suspeitos do roubo de um veículo minutos antes no bairro Madureira quando foi baleado. Ele não resistiu e morreu no local.

O julgamento começou por volta das 9h desta sexta e encerrou próximo da meia-noite. Souza, apontado na sentença de pronúncia como o autor do tiro que matou o sargento, foi condenado a a 25 anos de prisão. Drum, o suposto comparsa, teve a pena de 14 anos.

Os dois seguem presos. Da decisão, cabe recurso.

GAÚCHA