Morre filho de policial, baleado na cabeça após assalto em Rio Grande

227
ovem estava na UTI do hospital Santa Casa de Rio Grande Foto: Reprodução / Facebook
ovem estava na UTI do hospital Santa Casa de Rio Grande
Foto: Reprodução / Facebook

Felipe Coelho Moraes, 22 anos, teve parada cardíaca e não resistiu

O jovem Felipe Coelho Moraes, de 22 anos – que estava na UTI do hospital Santa Casa de Rio Grande após ser baleado em assalto – morreu na tarde deste sábado (5). Felipe, filho de um policial militar da reserva, foi atingido por um tiro na cabeça, no bairro Parque São Pedro.

Felipe teve uma parada cardíaca e não resistiu aos ferimentos. De acordo com informações do hospital, a família pretende doar as córneas do menino. O jovem foi abordado por dois homens em uma moto, por volta das 22h30 de sexta-feira (4), na Avenida Osvaldo Martensen, no bairro Parque São Pedro. Eles atiraram no ouvido esquerdo do jovem. Segundo a Brigada Militar, nada foi levado. Ninguém foi preso.

Desabafo

Hoje pela manhã, quando ainda aguardava informações sobre o estado de saúde do filho, o PM aposentado disse que, mesmo depois de 25 anos de trabalho na Brigada Militar, sente-se inseguro.

“Eu fui para reserva agora, há dois anos. Me dediquei a vida toda a dar segurançapara as pessoas e eu, neste momento, me sinto inseguro. Vejo que cada vez mais somos minoria nas ruas. Ele foi surpreendido, a poucos metros de chegar em casa, vinha da casa da namorada, e acho que com ele só tinha um celular. Não levaram nada. Foi um tiro que não tinha por que, é um garoto tranquilo”, relatou.

GAÚCHA ZONA SUL