Presidente da AL prevê sessão até a madrugada, na terça, para votar matérias em regime de urgência

241

303668_edsonEdson Brum espera cumprir, no mesmo dia, 100% da pauta

Depois de governo estadual retirar o regime de urgência de três projetos e ter aprovado dois na sessão de ontem, dez matérias com regime de urgência tiveram o prazo de tramitação expirado na Assembleia Legislativa. Como não houve acordo entre os líderes para votar o conjunto de medidas em duas sessões, a Ordem do Dia está com a pauta trancada. Entre os projetos, há medidas de ajustes fiscal, como o aumento dos saques dos depósitos judiciais, a extinção da Fundação de Produção e Pesquisa em Saúde (Fepps) e a proposta de previdência complementar para futuros aprovados em concurso público.

O presidente da Assembleia Legislativa, Edson Brum, alertou que o Plenário vai apreciar todas as matérias em uma só sessão, nem que as votações se estendam madrugada adentro. “Esta Casa já votou 30 projetos em uma mesma sessão. Eu já sai daqui às 5h30min da manhã e essa é a missão dos deputados”, enfatizou.

O presidente do Parlamento deu a entender que era a favor do acordo para dividir a pauta de votações em regime de urgência, mas como partidos de oposição não deram aval, a alternativa é acelerar todo o processo de um só vez. Ele ainda declarou que as pressões nas galerias são legítimas e não devem intimidar a atuação dos parlamentares.

Fonte:Voltaire Porto / Rádio Guaíba