Secretários do PP voltam aos cargos após garantirem votos pela alta de ICMS

134
Westphalen e Polo garantiram maioria na votação do ICMS. Fotos: Stephanie Gomes e Marcelo Bertani, respectivamente.
Westphalen e Polo garantiram maioria na votação do ICMS. Fotos: Stephanie Gomes e Marcelo Bertani, respectivamente.

Pedro Westphalen e Ernani Polo participaram de manobra política que garantiu apoio decisivo ao aumento do tributo

O Diário Oficial do Estado desta quinta-feira publicou a nomeação dos secretários Pedro Westphalen – de Transportes e Mobilidade – e Ernani Polo – de Agricultura, Pecuária e Irrigação, ambos do Partido Progressista (PP). Os dois haviam sido exonerados de seus cargos na última segunda-feira para que pudessem reassumir seus cargos na Assembleia Legislativa gaúcha, garantindo dois votos que foram fundamentais para aprovação do aumento de ICMS.

Com o retorno dos dois aos cargos no Executivo, os dois primeiros suplentes do PP retornarão aos seus cargos na Assembleia Legislativa: Marcel van Hattem e Gerson Borba, respectivamente. Para isso, é preciso que tenham duas nomeações como suplentes publicadas no Diário Oficial da Assembleia Legislativa, o que deve ocorrer nessa sexta-feira.

Com sete assentos na Asssembleia, o PP é a terceira sigla com maior número de deputados na base do governo. Desse total, três deputados progressistas votaram pelo aumento do ICMS na madrugada de quarta-feira, quando o tema foi apreciado. Além de Pedro Westphalen e Ernani Polo, o progressista João Fischer também apoiou o tarifaço.

Fonte:Gabriel Jacobsen/Rádio Guaíba