Unidades da capital amanhecem com portões bloqueados

190

9bpmEsposas e filhos de brigadianos, militares inativos e diretores e apoiadores das associações brigadianas bloquearam a saída de diversos quartéis na madrugada de 1 de agosto. Unidades como o 4º RPMont, BOE, 9ºBPM, APM, entre outras, estão com faixas e cartazes nos portões.

boe

O aquartelamento é um protesto contra o parcelamento salarial e irá, pelo menos, até quinta-feira. Com o protesto dos militares estaduais as ruas no RS ficarão sem policiamento ostensivo.

A complementação do pagamento do salário até o dia 22 de setembro é considerada uma afronta pelo presidente da ABAMF. “O governador descumpre a Constituição Estadual ao não pagar o salário até o último dia do mês corrente ao que foi prestado o trabalho”, afirmou Leonel Lucas.

rgmnt

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF