Brigada Militar de Picada Café deve mudar de sede até o início de 2016

129
BM passará a ocupar um prédio junto ao Parque Histórico Municipal Jorge Kuhn Foto: Marco Dieder  / divulgação
BM passará a ocupar um prédio junto ao Parque Histórico Municipal Jorge Kuhn
Foto: Marco Dieder / divulgação

Mudança tem como objetivo eliminar os gastos com o aluguel do atual prédio

A Brigada Militar de Picada Café deve mudar de sede até o início de 2016. A mudança ocorrerá porque o Comando Regional de Polícia Ostensiva da Serra (CRPO/Serra) pretende eliminar os gastos com o aluguel do atual prédio, que fica no centro do município. O custo é R$ 779 mensais, pagos pela corporação. A despesa totaliza quase R$ 9,5 mil por ano. Como o contrato termina no dia 31 de dezembro, a Brigada Militar já decidiu que não vai mais permanecer no endereço.

A decisão levantou suspeitas de que a BM pudesse fechar o posto do município, que seria atendido pelos policiais de Nova Petrópolis. De acordo com a prefeita de Picada Café, Cláudia Schenkel, atualmente o quartel da cidade já recebeu cerca de R$ 45 mil em 2015 por meio do Conselho Comunitário Pró Segurança Pública (Consepro). Os recursos são arrecadados junto ao município, empresas e por meio de administração de linhas de telefone. Os recursos são usados para manutenção de viaturas e serviços de internet, entre outros.

A prefeita afirma, no entanto, que o município não tem recursos para arcar com oaluguel. Para evitar a possível saída dos sete policiais da cidade, a prefeitura de Picada Café ofereceu um prédio junto ao Parque Histórico Municipal Jorge Kuhn. O imóvel fica a cerca de 3,5 quilômetros da atual sede.

De acordo com o comandante do CRPO/Serra, coronel Antônio Osmar da Silva, oimóvel já foi avaliado e aprovado pela corporação. Ele garante que o efetivo da cidade será mantido e que a troca de endereço permitirá melhor uso do dinheiro público, como pagamento de horas extras, por exemplo.

GAÚCHA SERRA