Sartori convoca chefes dos demais poderes para discutir 13º salário

196
Governador já admitiu dificuldades para pagar o 13º salário dos demais poderes Foto: Diego Vara  / Agencia RBS
Governador já admitiu dificuldades para pagar o 13º salário dos demais poderes
Foto: Diego Vara / Agencia RBS

Reunião desta sexta-feira está marcada para o meio-dia

O governador José Ivo Sartori convocou para esta sexta-feira (20) um encontro com os chefes de poderes do Estado do Rio Grande do Sul, no Palácio Piratini. A intenção é debater a situação financeira do Estado, especialmente em relação ao pagamento do 13º salário dos servidores. Diante do agravamento da crise, o Executivo chegou a admitir a possibilidade de faltar dinheiro para pagar o benefício também aos servidores da Assembleia e do Judiciário.

A reunião desta sexta está marcada para acontecer ao meio-dia. Além de Judiciário e Legislativo, participam chefes do Ministério Público e Tribunal de Contas do Estado.

Nos bastidores, os demais Poderes trabalham para encontrar maneiras de auxiliar o Executivo a fazer o pagamento do 13º. O presidente da Assembleia, Edson Brum, já admitiu que com a economia feita este ano, poderá abrir mão de cerca de R$ 40 milhões que seriam remetidos ao Legislativo pelo Palácio Piratini.

Em outra frente, o presidente do Tribunal de Justiça (TJ), José Aquino Flôres de Camargo, também admitiu à Rádio Gaúcha que o Poder Judiciário poderá abrir mão de recursos próprios para auxiliar o Executivo no pagamento do 13º dos servidores. A inteção é que o TJ deixe de executar parte do seu orçamento, como por exemplo o volume destinado para obras.

“Nós estamos estudando para ver se conseguimos de alguma forma deixar de executar alguma parte do nosso orçamento e, com isso, desonerar o Executivo e propiciar que consigamos pagar o 13º”, disse Aquino em entrevista na última semana.

GAÚCHA