Ações do governo podem afastar 5 mil brigadianos

97

1919232_973868346001080_7742364095059058577_nO atual governo estadual está provocando um caos jamais visto na Brigada Militar. Militares descontentes, sem perspectiva de promoções e cursos para avanço na carreira, com ameaça aos reajustes já aprovados e com o efetivo muito abaixo da necessidade para garantir um serviço de qualidade, milhares de brigadianos encaminham solicitação de ida para a inatividade

A  ABAMF, ABERGS e ASSTBM, iniciaram ações conjuntas em defesa da categoria e  tentam evitar mais prejuízos aos militares estaduais. As representações denunciam, desde o início de 2015, o descaso com a segurança pública, através de cortes de combustível, coletes balísticos vencidos ou de baixa qualidade, além da desmotivação dos brigadianos com corte de horas extras, atrasos no pagamento do salário e pedaladas no pagamento do 13°.

As representações estiveram reunidas, dia 17 de dezembro, na ASSTBM, e irão definir um data para pleitear ao governo gaúcho uma agenda de encontros para debater as reivindicações da categoria.
DESRESPEITAR E DESMOTIVAR O SERVIDOR

TAMBÉM AUMENTA A CRIMINALIDADE”.

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF