Onda PROERD – Santana do Livramento

121
BRIGADA MILITAR ATINGE 20 MIL ALUNOS EM SANTANA DO LIVRAMENTO COM AÇÕES DO PROERD.
BRIGADA MILITAR ATINGE 20 MIL ALUNOS EM SANTANA DO LIVRAMENTO COM AÇÕES DO PROERD.

Com o objetivo de desenvolver suas atividades preventivas e ostensivas, a Brigada Militar, através das ações do 2º Regimento de Polícia Montada, desenvolve desde o ano de 2000 atividades do Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência – PROERD, em Santana do Livramento/RS. Ao todo, já foram alcançado mais de 20 mil alunos nestes 15 anos, tendo a capacitação, a presença institucional e o conhecimento comofoco das ações.

Conforme os integrantes da Patrulha Escolar de Livramento, o Proerd representa a maior ferramenta de polícia comunitária que a instituição possui, tendo na relação Polícia, Escola e Família o triângulo que visa incentivar valores para a construção de uma cidadania plena, voltada à responsabilidade e segurança. As atividades, desenvolvidas em 10 lições junto a alunos do 5º e 7º anos do ensino fundamental, buscaram desenvolver habilidades que os proporcionassem conhecer o programa, com suas informações sobre as drogas e seus efeitos, riscos, consequências e reflexos, interligados à pressão de colegas, situações de tensão.

Também foi trabalhada a necessidade da formação cidadã através da comunicação, tendo no bullying uma das formas mais concretas de discriminação, exclusão e preconceito que pode ser vivenciada na escola, segundo os patrulheiros. Todas estas ações têm no Policial Militar sua referência. A capacitação, de 80 horas, desenvolveu uma pedagogia sócio-emocional com objetivo de auxilia o aluno participante a desenvolver seu autoconhecimento e auto-gerenciamento, utilizando o modelo de tomada de decisão como aliado na responsabilidade de estabelecer escolhas para a sua vida.

Este é o Proerd, Programa que a Brigada Militar desenvolve como ferramenta de prevenção e que, junto à Fronteira da Paz, tem alcançado além de alunos do ensino fundamental, os adultos, junto ao currículo para PROERD PARA PAIS, onde cerca de 400 adultos, em sua maioria educadores das redes municipais, estaduais e privada, foram pela BM capacitados para auxiliar as gestões escolares em situações e problemas relacionados com drogas e violência. A amplitude das ações desenvolvidas justifica-se pelos números alcançados, os quais representam cerca de 25% da população local e, indiretamente, quase todas as residências, levando em conta o último censo.

O PROERD e a Patrulha Escolar de Livramento atuam em sintonia com as ações desenvolvidas na vizinha cidade uruguaia de Rivera, tendo destaque o ano de 2010, quando o Colégio Juan Pablo II teve duas turmas formadas através da parceria entre a Brigada Militar, o Núcleo de Estudos Fronteiriços da UFPEL e a direção da escola, com um total de quarenta alunos. Além disto, a BM fez parcerias com instituições de ensino como UNIPAMPA, UFPEL e IFSUL, onde a comunidade escolar recebe capacitação em ações planejadas pela Brigada Militar através da Patrulha escolar do 1º esquadrão do 2º RPMon.

Estas ações representam uma nova filosofia de emprego do policial militar, o qual busca chegar antes do problema e capacitar crianças e jovens a construir alternativas para resolverem ocasiões possíveis de seu dia-a-dia no envolvimento com drogas e violência, assim como na escolha de amigos e a necessidade de estarem seguros e responsáveis em suas vidas. A conclusão deste semestre representa a abordagem de 930 famílias que tiveram acesso a um policial, pelo menos uma vez por semana, de forma a auxiliá-los e não simplesmente reprimi-los. Crianças e adolescentes necessitam de orientação para que não se envolvam em certos fatos que, tristemente, viram capa de jornais e centro de mesas de discussões sobre o porquê de sua participação em atos infracionais – que dificilmente não se tornam crimes em seus futuros. O Proerd representa uma ação contínua da Brigada Militar e, em Santana do Livramento, um dos principais canais de interlocução com a comunidade fronteiriça, pois alunos de “acá, como de allá” frequentam as escolas e diariamente ultrapassam as fronteiras geográficas entre Livramento e Rivera, Brasil e Uruguai.

A Fronteira da Paz não tem fronteiras para o PROERD.

Fonte:  Brigada Militar/CRPO-FO – 2º R P Mon/1º Esquadrão/Patrulha Escolar.

Oscar Bessi

Correio do Povo