Operação Golfinho já realizou mais de 100 salvamentos nas águas do RS

105
Operação Golfinho monitora as pralas gaúchas há 46 anos (Foto: Sd Fogliarini/BM)
Operação Golfinho monitora as pralas
gaúchas há 46 anos (Foto: Sd Fogliarini/BM)

Litoral Norte é a região do estado com o maior número de ocorrências.
Levantamento contabiliza dados desde o dia 19 de dezembro de 2015.

A Operação Golfinho no Rio Grande do Sul já realizou 103 salvamentos desde o início da ação coordenada pela Brigada Militar, em 19 de dezembro de 2015. Os números foram divulgados nesta sexta-feira (1) pela BM e são referentes as ações de policiamento ostensivo, rodoviário, ambiental, fazendário, bombeiros, aéreo e salva-vidas.

O Litoral Norte é a região com o maior número de salvamentos. Somente nessas praias gaúchas, 95 pessoas foram salvas nas águas. O Litoral Sul registrou dois salvamentos e outros locais, como açudes, tiveram seis ocorrências.

A Brigada Militar também divulgou dados sobre o policiamento ostensivo durante a operação. Até agora, foram efetuadas 623 prisões, 33 veículos foram recuperados e 47 armas foram apreendidas.

A Brigada Militar divulga os dados referentes às ações da Operação Golfinho, desde o início da operação, em 19 de dezembro de 2015, até às 23h59 de 31 de dezembro de 2015.

A Operação Golfinho, realizada há 46 anos no Rio Grande do Sul, desloca policiais militares e bombeiros para o Litoral do estado. Neste ano, 3,2 mil profissionais da área de segurança pública foram mobilizados para as operações.

Para arcar com os custos, R$ 28,1 milhões foram liberados para o pagamento de diárias e dos demais custos da operação.

G1 RS