Parcelamento de salários: agentes da PC anunciam operação padrão

127
IMAGEM ILUSTRATIVA
IMAGEM ILUSTRATIVA

Policiais não participarão de operações enquanto não houver integralização dos vencimentos

Agentes da polícia civil anunciaram nesta tarde início de uma operação padrão em protesto contra o parcelamento de salários por parte do Executivo gaúcho. Com isso, não participarão de operações. Também ficou definido que somente realizarão flagrantes, cumprirão mandados de busca e de prisão e comparecerão a locais de crimes com a presença de um delegado.

Todas as atividades só serão realizadas no horário de trabalho, das 8h30min às 18h. Em caso de homicídio fora dessa faixa de tempo estabelecida, haverá exceção, mas os agentes só comparecerão se houver junto um delegado. Os agentes ainda pedem o pagamento de horas extras e folga devidos. Essas medidas entrarão em vigor a cada vez que houver parcelamento dos salários.

O Conselho também ressaltou que, mesmo após a integralização dos salários, deverão ser cumpridas todas as formalidades legais para o cumprimento das operações policiais, como, por exemplo, o pagamento antecipado das diárias de viagem e a garantia do pagamento das horas extras ou compensação por folga. Os policiais também anunciaram a realização de uma marcha pela segurança pública, em data ainda não definida.

Fonte:Samuel Vettori/Rádio Guaíba