Mais de 900 PMs já se aposentaram em 2016 no Rio Grande do Sul

254
Quase mil PMs já deixaram a corporação em 2016 Foto: Arquivo
Quase mil PMs já deixaram a corporação em 2016 Foto: Arquivo

No mesmo período do ano passado, 544 PMs haviam entrado para a reserva remunerada

Dados do Diário Oficial do Estado apontam que 911 policiais já entraram para a reserva remunerada em 2016 no Rio Grande do Sul. O levantamento considera PMs que se aposentaram entre 01/01/2016 e 25/05/2016. O número é superior aos 544 que entraram para a reserva no mesmo período de 2015.

O responsável pela Diretoria do Departamento Administrativo da Brigada Militar, coronel José Henrique Gomes Botelho, afirmou que o número de aposentadorias têm sido maior nos últimos anos. Ele explica que isso se deve ao grande ingresso de PMs na corporação no final da década de 80 e início da década de 90.

“A partir da década de 1990, nós tivemos a inclusão de um grande número de soldados. Entraram 1 mil, 2 mil, até 3 mil policiais. Então, nós estamos nesta iminência. Os primeiros já começaram a implementar os requisitos para a reserva remunerada. Nos próximos anos, nós devemos ter levas consideráveis indo para a reserva”, afirmou ele. Questionado sobre a situação financeira do Estado, Coronel Botelho destacou que não considera os problemas econômicos o principal fator para a elevação no número de aposentadorias.

“Eu não acredito nisso. Até porque a decisão de ir para a reserva passa por uma série de fatores. É uma decisão muito pessoal de perspectivas pessoais. A decisão de ir para a reserva deve ser muito bem pensada”. O Coronel Botelho não descarta que até o final do ano, cerca de 2,5 mil PMs sejam incorporados à reserva remunerada.

Novos PMs:

Ontem, um grupo de 207 novos policiais ingressou na Academia de Polícia Militar. Eles passarão por um período de qualificação e, em até três meses, estarão nas ruas estagiando. A formação dos novos brigadianos será concluída entre o final deste ano e o início de 2017.

Fonte:Eduardo Paganella/Rádio Guaíba