PMs nomeados em março fazem curso de sete meses a partir de quarta

190

13244093_1125479287508254_4482711571862514989_oGrupo recebe salários a partir de junho, mas só deve chegar às ruas em dezembro

Nomeados em fim de março, os 178 aprovados no concurso da Brigada Militar iniciaram nesta segunda-feira o processo de preparo para o ingresso efetivo nos quadros da instituição. O curso prático vai começar na quarta-feira e primeiro salário dos policiais deve ser creditado em junho. Conforme a BM, “os novos brigadianos devem apresentar os exames toxicológicos, dados referentes à sindicância da vida pregressa e demais documentações necessárias para ingresso no serviço público.”

Para que o processo seja agilizado, o setor administrativo da Brigada dividiu essa fase em cinco etapas, ao final das quais os novos brigadianos iniciarão o treinamento. Nas ruas, eles serão vistos só no fim do ano, em dezembro, já que o curso dura cerca de sete meses.

O presidente da associação que representa cabos e soldados sustenta que o contingente é insuficiente. Leonel Lucas salienta que a quantidade de PMs que se desligou, somente em 2016, é maior que o número de policiais chamado agora. “Desde o começo do ano, até agora, são 332 brigadianos que ingressaram na reserva. Esse grupo, portanto, não vai sequer suprir o déficit do momento e não implica em aumento da segurança”, ponderou, em fim de março.

Rádio Guaíba