Governador decide não promulgar aumento de salários dos demais poderes

148

20028321*Por Matheus Schuch GAÚCHA

O governador José Ivo Sartori comunicou nesta sexta-feira (15) não promulgará os cinco projetos de lei que tratam dos reajustes dos servidores do Judiciário, Assembleia Legislativa, Ministério Publico, TCE e Defensoria Pública. Agora, caberá à presidente da Assembleia, Silvana Covatti (PP), ratificar os projetos. Ela deve confirmar a decisão no início da semana que vem, garantindo os reajustes.

O governador já havia vetado os reajustes e sua decisão foi rejeitada pelos deputados na sessão plenária dessa terça-feira (12). Dentro do prazo legal de 48 horas, o governador disse que não confirmaria a decisão dos deputados por considerar o momento inoportuno, em razão da crise financeira do Estado.

Na última terça (12), os deputados derrubaram os vetos de Sartori. O impacto financeiro dos reajustes, somadas todas as folhas, chegará a cerca de R$ 194,5 milhões neste ano. O aumento será de 8,13%, referente à inflação do período de 2014 a 2015, e retroativo a janeiro deste ano.

A derrubada dos vetos foi a primeira derrota do governo Sartori em votações na Assembleia. Os projetos passaram em plenário com mais de 30 votos favoráveis – para que os vetos fossem derrubados, eram necessários 28 votos. Inclusive parte da bancada do PMDB, o partido do governador, votou contra a proposta do Executivo.