Mutirão busca agilizar as análises dePPCIs

122

SDSBombeiros locais terão ajuda de outras equipes para avaliar Planos de Prevenção e Proteção Contra Incêndio

O Corpo de Bombeiros de Santa Rosa aposta em força-tarefa para averiguar uma pilha de Planos de Prevenção e Proteção Contra Incêndio (PPCIs). São mais de 200 planos completos (de áreas maiores) que aguardam análise, dificultada por demanda acumulada e falta de efetivo. O comandante da Seção de Combate a Incêndio, Claudir Roque Mallmann, diz que durante este mês uma equipe de até dez servidores de outras cidades deve estar em Santa Rosa para auxiliar os três sargentos da unida de. “Conseguiríamos atender à demanda que entra hoje. O problema está nos planos que estão em atraso e nos completos, que exigem análise mais precisa.” Ele explica que o atraso ocorreu devido à mudança da legislação, em 2013, que obrigou a adequação de todos os planos. A seção atende a mais nove municípios. Em relação ao assunto, outras ações ocorrem na cidade. A Associação Comercial e Industrial (Acisap) promoveu, em conjunto com a corporação, um seminário sobre os novos procedimentos para aprovação de PPCIs. “Estabelecemos um canal aberto de diálogo entre os profissionais da Engenharia e Arquitetura e Corpo de Bombeiros”, diz a presidente da Acisap, Cicília Liberali. Um dos pedidos foi que, a partir de agora, nos municípios de abrangência da corporação de Santa Rosa, os processos serão analisados sempre pelo mesmo profissional, a fim de evita atrasos. Também são planejadas ações como iniciativas entre a prefeitura e os Bombeiros, para solucionar o retorno de processos e acelerar os despachos.

CORREIO DO POVO