ASSTBM Livramento e ABAMFº em busca da dignidade e respeito

160

89b64229-9505-4884-948b-995c6bb80bb8As medidas impostas de forma seletiva pelo governador do Estado do Rio Grande do Sul, que atingem tão somente os servidores vinculados ao executivo e suas desastradas manifestações tentando desqualificar quem protesta e se insurge contra o descalabro governamental, dizendo que isso é coisa de desocupados, termo inadequado para quem se diz representante do Povo, mas que mostra o nível administrativo e de tratamento desigual que está imperando nos corredores Palacianos, foi um motivo a mais para que os servidores de Nível Médio, coordenados pela ASSTBM e ABAMFº, iniciassem hoje, 4 de Agosto, desde as 6 horas da manhã, uma vigília em frente ao quartel da  Brigada Militar, sede do 1º Esquadrão de Policiamento Ostensivo e Pelotão Ambiental, fechando os quartéis e impedindo saídas de viaturas, . Alem do parcelamento de salários que, já está acontecendo, existem outros projetos que retiram direitos  conquistados pelos  servidores, sem ter o debate necessário com as categorias. Andre Luis Pereira, Diretor Presidente da ASSTBM, reforça a importância das ações integradas das entidades representativas de classe, de forma apartidária, como forma de pressão, enfatizando que se faz necessário o envolvimento de todos para enfrentar uma situação de extrema gravidade, de falta de respeito as leis e aos funcionários, que a categoria deve estar preparada  para a luta.  O clima de insatisfação cresce na medida em que subterfúgios como Código Penal Militar Estadual estão sendo  usados como argumento para calar e pressionar quem está sendo achincalhado e exposto de forma vexatória diante de uma sociedade que clama pela verdade e segurança. Assim o governo, com a complacência e cumplicidade de quem diz estar, também sofrendo as conseqüências, espezinha a moral e o principio da dignidade de todos os Servidores.

Baita abraço dos fronteiriços!