Prioridade no momento é reposição do efetivo e pagamento em dia do salário

147

jerusaO reposição do efetivo e o pagamento do salário em dia são os dois pontos principais no momento para a ABAMF. A chamada de apenas 530 brigadianos, sendo que 106 serão bombeiros mantém o efetivo da Brigada Militar(BM) com um quadro de servidores muito abaixo do ideal.

O presidente da ABAMF, volta a lembrar que o número de brigadianos que ião para a reserva em 2016 deve ser o maior já registrado na BM. “O governo mantém o discurso do esforço, mas a situação dos brigadianos permanece a mesma; não temos a certeza do pagamento em dia do salário e o número de militares permanece com uma defasagem próxima dos 50%”.

A estratégia do governo de dar visibilidade ao policiamento concentrando os brigadianos na capital também é vista com preocupação. “O governo trouxe brigadianos das cidades do interior para guarnecer a capital, mas muitos municípios cederam parte dos poucos brigadianos que tinham ficando mais expostos aos ataques dos bandidos”, disse Leonel Lucas.

Paulo Rogério N. da Silva

Jornalista ABAMF