Novo presidente do IPE admite dificuldades na marcação de consultas

342

Profissionais da saúde reclamam de baixa remuneração nos serviços prestados

Amigo pessoal do governador José Ivo Sartori, Otomar Vivian (PP) foi nomeado para a presidência do Instituto de Previdência do Estado (IPE) nessa semana. Ele ocupa o posto pela terceira vez. Em entrevista ao programa Gaúcha Repórter, nessa quinta-feira (4), admitiu que os mais de 1 milhão de segurados do IPE-Saúde enfrentam dificuldades na marcação de consultas. Médicos e laboratório reclamam que os valores pagos pelo órgão são baixos.

“Existe a necessidade de readequação dos valores pagos, especialmente aos médicos, mas também em serviços de diagnósticos e internações. Vamos discutir em conjunto com os prestadores de serviço”, destacou.

Otomar não disse quando as conversas devem se iniciar, mas afirmou que quer chamar o Sindicato Médico do RS (Simers), a Associação Médica do RS (Amrigs) e demais entidades da área.

Currículo

Ex-presidente do IPE em duas oportunidades, Otomar Vivian foi convidado por Sartori para voltar ao comando do órgão depois que o antigo presidente, José Parode, deixou o governo do Estado para assumir a Secretaria de Planejamento e Gestão na prefeitura da Capital.

Em dezembro do ano passado, Otomar concluiu mais um mandato à frente da prefeitura de Caçapava do Sul. Além da presidência do IPE em dois períodos (1995-1996 e 2003- 2009), ele foi presidente da Assembleia Legislativa (2000-2001) e chefe da Casa Civil no governo de Yeda Crusius.

GAÚCHA