Cavalos da Brigada Militar leiloados nesta quinta-feira vão para a lida de campo

570

Os 15 animais colocados a venda em leilão foram rematados por donos de propriedades rurais da Região Central

Diário de Santa Maria

Se depender das 24 pessoas que participaram do leilão de equinos da Brigada Militar no começo da noite de ontem, em Santa Maria, a maioria dos animais que vivia nas baias da corporação, terá como destino campos de propriedades rurais das cidades da região. É que, em geral, os rematantes eram agropecuaristas ou donos de pequenas propriedades que queriam os animais para a lida campeira. Uns poucos estavam se aventurando na busca pelo primeiro cavalo.

Em uma disputa acirrada, Paulo Renato Schneider, 68 anos, rematou o primeiro animal do leilão por R$ 1.750,00. Ferrugem – um macho castrado, com 12 anos, pelagem rosilha e domado – foi comprado pelo professor do curso de Engenharia Florestal da Universidade Federal de Santa Maria, que vai levá-lo para Caçapava do Sul. Ele será usado para o manejo do gado.

– Vou levar para uma chácara onde tenho outros cavalos – falou o professor.

O professor da UFSM Paulo Renato Schneider, 68 anos (à direita) rematou o primeiro cavalo do leilão. O agropecuarista Carlitos Schallenberger, 69 anos, o terceiro animal. Ambos os equinos vão para lida campeiraFoto: Lucas Amorelli / New Co DSM

O montador de móveis José Bonifácio dos Santos Prates, 47 anos, que perdeu Ferrugem na primeira rodada, saiu do Galpão Crioulo do 1º Regimento de Polícia Montada (1º RPMon), onde ocorreu o leilão, bem satisfeito com Café. O cavalo também castrado e com 12 anos e dono de uma pelagem alazã reluzente, que conquistou o novo proprietário. Ele pagou R$ 1,9 mil por Café que irá para uma propriedade no interior de São Gabriel.

– Queria um dos dois. O cavalo é forte e manso. Uma boa doma não baixa de R$ 1,9 mil. Estou satisfeito – comemorou Prates.

Já o agropecuarista Carlitos Schallenberger, 69 anos, venceu a disputa por Garruchinha com muitos outros participantes. Do lance inicial de R$ 400, a égua de 9 anos e pelagem moura saiu por R$ 1.750,00 e vai ajudar o dono na lida campeira em São Martinho da Serra.

Esse foi o segundo leilão de Santa Maria. Ao final, os 15 equinos foram vendidos no total de R$ 23.350,00. Outros dois leilões devem ocorrer nos meses seguintes. O próximo deve ser em 17 de julho. Ao total, ao comando local da BM irá vender cerca de 100 animais que não estavam aptos ao policiamento.