Regional ABAMF Uruguaiana auxilia flagelados na Fronteira Oeste

175

A chuva e o frio, que provocaram cheias e deixaram muitas pessoas fora de casa provocando a perda de muitos utensílios, móveis e roupas, fizeram com que o Departamento Feminino da Regional ABAMF Uruguaiana iniciasse um trabalho social para diminuir a dor de muitas famílias. Diretores, familiares, amigos da entidade e pessoas dispostas a ajudar, enfrentam o frio da noite e distribuem alimentação para os desabrigados.

Este é um trabalho de ajuda a irmãos. Uruguaiana sofre com muitas famílias perdemos muito do que levaram anos para adquirir. É papel da ABAMF, como uma entidade de classe, cumprir com o papel social até que a vida daqueles que vivem próximo a entidade volte ao normal.

Paulo Rogério N. da Silva 

Jornalista ABAMF