Servidores mantém mobilização e votaçãodo PL 261 é adiado novamente

525
Servidores viram as costas para deputados que votam a favor de corte nos direitos trabalhistas

A mobilização das entidades brigadianas e sindicatos de servidores estaduais está dando resultado. Com as galerias lotadas e a Praça da Matriz tomada por servidores estaduais, os deputados retiraram, novamente, o quórum para votação do PL 261/16, que está sendo adiada pelo governo desde 13 de junho.

A PEC 261 altera a redação do artigo 37 da Constituição do Estado do Rio Grande do Sul, visando a substituir a noção de tempo de serviço pela de tempo de contribuição para efeito de aposentadoria, e o tempo de serviço correspondente para efeito de disponibilidade. A emenda do líder do governo aprovada, com 34 votos favoráveis e 16 contrários, alterou o texto original da proposta, assegurando que o tempo de contribuição federal, estadual ou municipal será contado para efeito de aposentadoria e o tempo de serviço correspondente para efeito de disponibilidade e que a lei não poderá estabelecer qualquer forma de contagem de tempo de contribuição fictício, ressalvado, porém, o direito adquirido.

A ABAMF ESTÁ MOBILIZADA NO LEGISLATIVO ESTADUAL A FIM DE GARANTIR O RESPEITO AOS DIREITOS DOS BRIGADIANOS.

TUA PARTICIPAÇÃO É IMPORTANTE.

AMANHÃ, PELA MANHÃ, TODOS  NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA