Governo aprova apenas 06% de reposição aos Servidores do Estado

247

Apesar de toda a pressão feita pelas entidades que representam mais de 200 mil servidores ativos e inativos de todos os poderes, o governo do Estado, Delegado Ranolfo, cumpriu o que foi determinado pelo seu antecessor Eduardo Leite e concede apenas o índice de 6% de reposição inflacionária em cumprimento ao inciso X artigo 37 Constituição Federal (revisão inflacionária O Projeto de Lei 52/2022, foi aprovada por 48 votos favoráveis e 02 contrários.

Foram apresentadas 09 emendas que não foram sequer apreciadas. Novamente o diálogo tão alardeado por este governo, nunca deixou de ser unilateral, não importam os argumentos, prevalece a intransigência característica do Governo de Eduardo Leite, seguida pelo Delegado Ranolfo.

Com a aprovação na integra da proposta, os índices ficaram os seguintes:

01 % – Referente a janeiro de 2022

01 % – Referente a fevereiro de 2022

01 % – Referente a março de 2022

06 % – Referente a abril de 2022

06% – A partir de maio de 2022

Como o projeto foi aprovado antes do fechamento da folha, este índice, juntamente com o retroativo de janeiro a abril, poderá ser pago na folha de maio 2022.

A ABAMF como entidade de classe que representa uma categoria com grandes perdas salariais, cabe apenas reforçar seu empenho na busca de outras demandas, exclusivas dos servidores de nível médio, como a modernização da carreira.

Tiramos como lição o quanto as escolhas políticas impactam em nosso futuro, e a falta de representação nos deixa em posição de poucas forcas no meio político estadual. Fica a reflexão para 2023.

“Somente unidos seremos fortes”