NOTA DE SOLIDARIEDADE E REPÚDIO

233

Após tomar conhecimento do grave ataque a um Policial Militar e sua família na cidade de Venâncio Aires, onde as informações são que traficantes em ataque criminoso e covarde atearam fogo em propriedade da família, após a prisão de traficantes com mais de cinco quilos de cocaína, o Presidente Estadual da ABAMF, Entidade que representa Policiais e Bombeiros Militares no Estado do Rio Grande do Sul, afirmou que a ABAMF não admitirá que condutas desta natureza abalem a estrutura de nossas famílias em relação às nossas atividades de Policiais Militares que diariamente e diuturnamente trabalhamos pela segurança de nossa comunidade gaúcha, sem que o Estado adote as providências para responsabilizar o covarde atentado.

Neste sábado pela manhã, o Presidente Estadual da ABAMF, José Clemente, entrou em contato com a Capitã Michele, Comandante da companhia de Policiamento em Venâncio Aires, e também com o Comandante Geral da Brigada Militar, Coronel Feoli para externar a preocupação referente a este grave fato que ataca o Estado e seus agentes.

Não seria diferente a postura do Comandante Geral que informou que as providências necessárias no atendimento à saúde do Policial Militar e sua família estão sendo tomadas e também a busca da identificação e providências legais a serem tomadas com os responsáveis pelo brutal ataque ao Estado, onde atacou seu representante, um Policial Militar e sua família, quando um Policial é atacado se ataca a sociedade.

Também, a Comandante local informou das medidas de atenção à segurança do Policial Militar e sua família, bem como os demais Policiais e famíliares.

Queremos alertar a todos os Policiais Militares que prezem cada vez mais pela sua segurança de suas famílias.

A Brigada Militar, Instituição legalista, estará sempre defendendo o Estado Democrático e de Direito onde implícito está a segurança de seus integrantes e famíliares.

Nosso total e incondicional apoio ao colega Policial Militar e seus familiares tendo a certeza que este é o sentimento de todos os Militares Estaduais neste momento.

Cobramos uma postura enérgica das autoridades para as providências legais e também da imprensa em repudiar essas condutas.

Estamos solidários e pedimos a todos apoio a este colega e sua família, circula em várias redes sociais de grupos de Policiais e Bombeiros Militares o canal de apoio.

AÇÃO SOLIDÁRIA

A Família Brigadiana organiza uma ação solidária para arrecadar fundos e ajudar a família do policial a reconstruir seu negócio familiar