PRESIDENTE ESTADUAL DA ABAMF DÁ CONHECIMENTO E PEDE ENGAJAMENTO DO COMANDO GERAL DE PAUTAS DA CATEGORIA DOS MILITARES ESTADUAIS

1454

Na manhã desta terça-feira (03/01), o Presidente Estadual da Associação da Brigada e Bombeiros Militares (ABAMF) José Clemente, acompanhado do Diretor Estadual Edmilson, esteve em visita ao Comandante-Geral da Brigada Militar Coronel Feoli.
O Presidente Clemente informou ao Comandante-Geral, que se inicia um novo ano e um novo ciclo de Governo, porém, praticamente, com os mesmos “atores” e que os Militares Estaduais, já sofridos com as perdas não somente na remuneração, mas também em dignidade e respeito, precisam de medidas que corrijam e eliminem as injustiças cometidas recentemente.
O índice de 3,01% sobre o valor do subsídio da graduação de Soldado a 1° Sargento, que ficou a menor, na implantação da nesta nova forma de remuneração (subsídio), a situação da saúde mental dos militares e a avaliação do Comando sobre as últimas notícias que envolvem possíveis desvios de conduta de alguns Polícias Militares, dentre outras.
O Comandante Feoli informou ao Presidente Clemente que recebeu a visita do novo Secretário de Segurança Pública do Rio Grande do Sul e que na conversa requereu ao Secretário que a reposição do percentual nos vencimentos que ficaram a menor para Soldados e Sargentos sejam restabelecidos como medida prioritária de valorização.
Quanto aos possíveis desvios de condutas e que preocupa a direção da ABAMF, no sentido de saúde mental e outros fatores que estejam interferindo em alguns membros da Instituição, o Comandante falou que adota medidas legais preventivas, para elucidação dos fatos garantindo o contraditório e a ampla defesa aos acusados, bem como determinou a um grupo de trabalho, que avalie e elabore um diagnóstico das causas desse problema
Já sobre o Curso Técnico em Segurança Pública (CTSP), o Comando reafirmou que trabalha para, até julho do ano corrente, realizar os exames com indicativo de 1.600 (hum mil e seiscentas) vagas, nos critérios da atual legislação.
O Presidente Estadual da ABAMF, José Clemente disse ao Comandante-Geral que tem noção das dificuldades e do duro embate que ainda devem ser travados, para que haja reconhecimento da importância dos Militares Estaduais nesse contexto.