Marcas que a violência deixa nas pessoas

160

psicólogoA violência tem sido percebida e definida de diferentes formas, porém, a Organização Mundial da Saúde (OMS) a define como o uso intencional da força física ou do poder, real ou em ameaça, contra si próprio, contra outra pessoa ou contra um grupo ou uma comunidade que resulte ou tenha grande possibilidade de resultar em lesão, morte, dano psicológico, deficiência de desenvolvimento ou privação (KRUG et al., 2002).

De o fato a violência deixa marcas na vida das pessoas, seja através da violência física, psicológica ou até da negligência no contexto intrafamiliar.Outros fatores também contribuem no desencadeamento da violência, como a falta de limites, a falta de valores familiares e até o uso indevido da autoridade e do poder dos sujeitos em seus contextos sociais, familiares e de trabalho.

Estudos apontam que cerca de 72% dos autores de agressão sofreram ou presenciaram situações de violência na infância em suas famílias, o que indica que estas vivências também podem influenciar na forma violenta de se resolver conflitos.A violência deixa marcas que podem ser enfrentadas à medida que investimos em uma cultura preventiva, que propicia saúde e melhor qualidade de vida emocional para os sujeitos que buscam ajuda profissional para suas demandas psicológicas.

A Segurança Pública como instituição enfrenta todo tipo de adversidade, atravessamentos e complexidades nas ações do policiamento ostensivo e na sua atividade laborativa,por isso,os associados da ABAMF terão a oportunidade de beneficiar-se da parceria concretizada com o Consultório de Psicologia Clínica,que se propõe a ser um espaço de cuidar de quem cuida da população gaúcha.

Psicólogo Marcelo Perpétuo

CRP 07/22747