Brigada Militar recebe 300 exoesqueletos

242

thumbArmadura deve ser usada na contenção de distúrbios

Quem assistiu ao desfile de 20 de setembro estranhou quando uma unidade do Batalhão de Operações Especiais (BOE), de Porto Alegre, passou pela avenida Edvaldo Pereira Paiva, na Capital. Os soldados vinham trajados com uma armadura, parecendo gladiadores do século XXI.

O BOE recebeu o equipamento no último dia 18 deste mês, através de uma doação do Centro de Treinamento de Técnicas e Táticas Especiais (CTTE). A unidade recebeu 300 exoesqueletos, muito semelhante a uma armadura.

Com a doação da parte que protege o tronco do policial, o traje ficou completo, já que antes a Brigada Militar já tinha adquirido em licitação apenas as ombreiras do exoesqueleto, que chegaram na corporação em agosto. O traje será usado na contenção de distúrbios, seja em manifestações de rua ou em ocorrências dentro dos estabelecimentos prisionais gaúchos. 

Além das ombreiras, a armadura é composta por dorso (peitoral e costas), antebraço e braço, luva e protetores de quadril, coxa, canela, peito de pé e panturrilha. O diretor do Departamento de Logística e Patrimônio (DLP) da BM, coronel Worne Mendonça, ressaltou que o equipamento é uma proteção a mais para o policial.

Fonte: Correio do Povo