Homem que matou policial militar é condenado a 15 anos em Canguçu

242
Emílio de Moura Bichet, 74
Emílio de Moura Bichet, 74

Réu confessou ter matado a pedradas o padrasto da ex namorada

Um homem foi condenado a 15 anos de prisão em regime fechado por assassinar em 2012 um policial militar aposentado em Canguçu, no Sul do Estado. Guilherme Nunes Magalhães, de 32 anos, confessou ter matado a pedradas Emílio de Moura Bichet, 74.

O brigadiano era padrasto da ex namorada de Guilherme e já havia registrado ocorrência por ameaça contra o criminoso. Após nove horas de júri, o réu foi condenado por homicídio triplamente qualificado por meio cruel e motivo fútil. Ele jácumpriu dois anos da pena no Presidio Estadual de Canguçu.

RADIO GAÚCHA