50% das prisões no RS têm ligação com drogas

186
Foto: Luiz Morem - AL
Foto: Luiz Morem – AL

O tráfico e o consumo de drogas são o motivo de mais de 50% das prisões no Rio Grande do Sul, enquanto os homicídios e os latrocínios respondem por pouco mais de 3% do encarceramento nas cadeias gaúchas. Os números foram apresentados, dia 4 de setembro, no segundo painel do seminário sobre a “Situação da Segurança Pública”, promovido pela Comissão de Segurança e Serviços Públicos da Assembleia Legislativa.

O juiz da 2ª Vara de Execuções Penais de Porto Alegre Sidinei Brzusca, revelou que a grande maioria dos presos no Rio Grande do Sul tem entre 18 a 24 anos e não terminaram o ensino fundamental. “Os motivos da prisão mudaram. Hoje, o tráfico de drogas responde por mais de 50% delas, mas o perfil dos encarcerados continua o mesmo há décadas. São jovens e com pouca instrução”, sintetizou.