Mistério em desaparecimento de policial militar aposentado

197
Wilson não é visto desde o dia 7 Foto: Divulgação / Arquivo pessoal
Wilson não é visto desde o dia 7
Foto: Divulgação / Arquivo pessoal

Carro foi encontrado incendiado, mas nem sinal dele e de suas duas cachorrinhas.

Era um hábito do policial militar aposentado Wilson Rodrigues dos Santos, 68 anos, ligar pelo menos uma vez a cada dia para o genro. Sempre com o mesmo papo:

— Tu me ligou?

E seguiam os dois por meia hora de conversa. Mas, desde o último dia 7, Wilson não procura pelo vendedor Mauro Silveira, 50 anos. Nem pela sua filha ou os dois netos.

A casa, no Bairro Lomba do Pinheiro, na Capital, segue fechada. Não estão lá as duas cachorrinhas nem o carro do aposentado. Wilson desapareceu sem deixar rastros.

— Todos os dias eu percorro hospitais, DML, faço ligações para amigos. E não adianta — conta o Mauro.

Carro incendiado

Dia 14, preocupado com o silêncio do sogro, Mauro resolveu registrar o desaparecimento. Pelo Detran, descobriu que o Uno Mille do sogro havia sido encontrado incendiado na Estrada do Rincão, que liga a Zona Leste à Zona Sul da cidade. Nenhum sinal dele ou das cachorrinhas.

Segundo Mauro, o aposentado tem uma quantia significativa na conta bancária, mas não foi mexida. O último saque, no começo do mês, teria sido feito pelo próprio Wilson.

Cadelinha também está desaparecida Foto: Divulgação

O caso é apurado pela 5ª DHPP, que já ouviu mais de dez familiares e amigos. A informação mais concreta conseguida pelos policiais foi a de que Wilson teria saído de casa no dia 7, em seu carro, para ir à casa de uma amiga, no Bairro Lami. Não chegou lá.

De acordo com a delegada Jeiselaure Souza, já foram feitas buscas em pelo menos dois lugares, sem sucesso. Até o momento, ela não descarta nenhuma possibilidade de desfecho para o caso.

— Nós queremos, ao menos, encontrar o corpo dele. Essa angústia é muito ruim — desabafa o genro.

Se você tiver informações, ligue para 8530-7894 ou para o 0800-6420121.

ZERO HORA