Novos comandantes assumem batalhões da BM na Capital

121

comando-960x600Trocas foram anunciadas ainda na semana passada pelo comando da corporação

O Comando de Policiamento da Capital (CPC) realizou, hoje, a passagem de comando de cinco batalhões, que tiveram a troca de titulares confirmada na semana passada. O comandante do CPC, tenente-coronel Mário Ikeda, que presidiu o ato, agradeceu e parabenizou os oficiais que deixaram e que assumem os batalhões. Já o subcomandante-geral da Brigada Militar, coronel Paulo Stocker, prestigiou a solenidade e lembrou que as mudanças “são primordiais para o crescimento da corporação e do efetivo”.

No comando do 1º Batalhão de Operações Especiais, assume o tenente-coronel Rogério Stumpf Pereira Junior; no 1º Batalhão de Polícia Militar, o tenente-coronel Kleber Rodrigues Goulart; no 9º Batalhão de Polícia Militar, o tenente-coronel Marcus Vinicius Gonçalves Oliveira; no 19º Batalhão de Polícia Militar, o major Rodrigo Mohr Picon, e no 21º Batalhão de Polícia Militar, a tenente-coronel Najara Santos da Silva. No total, foram movidos para outros cargos, com o mesmo nível de patente, 44 oficiais em 18 unidades da corporação em todo o Rio Grande do Sul.

Também acompanharam a solenidade o presidente da Associação dos Oficiais da Brigada Militar (Asofbm), coronel Marcelo Gomes Frota, e o ex-comandante da Brigada Militar e vice-presidente do Tribunal da Justiça Militar do RS, juiz-coronel Antônio Carlos Maciel Rodrigues, entre outras autoridades.

Saiba mais

Fontes internas na BM ouvidas pela reportagem na semana passada sugeriram que as trocas de cargo podem ter sido uma represália do comando geral a decisões tomadas pelos comandantes durante o período de aquartelamento de PMs em função do parcelamento de salários do funcionalismo. Em alguns casos, por exemplo, os oficiais se negaram a forçar a saída de viaturas em quarteis onde familiares dos militares faziam o bloqueio dos portões. Stocker, porém, negou essa possibilidade.

Fonte:Rádio Guaíba