Detento que fugiu da ambulância da Susepe debocha da segurança do PRP em rede social

230

db5d9fea191cf4496c0b173b6ca3108eRodrigo Alves cumpre pena pelos crimes de homicídio e roubo; ele usou o Facebook para debochar da escolta e ameaçar chefe de segurança do Presídio Regional de Pelotas

O detento que conseguiu fugir da ambulância da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), no último sábado (21), na avenida Fernando Osório, desafia e debocha da segurança do Presídio Regional de Pelotas. Em rede social, Rodrigo Ferreira Alves, de 30 anos, aparece segurando um fuzil 556. O bandido ameaça o chefe da segurança do PRP, caso os agentes sigam em sua “caça”. “Vou picar vocês no fuzil”, ameaça o criminoso em uma publicação. Em uma outra postagem, estropiando a ortografia, Pinguim – como o homem é conhecido – afirma ter conseguido fugir da ambulância penitenciária. “fuji da escota hontem kkkk” disse.

Rodrigo está foragido e cumpre pena pelos crimes de homicídio e roubo.

A Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Captura (Defrec) vai tentar rastrear as publicações para chegar ao paradeiro de Rodrigo. Segundo o titular da especializada, Guilherme Calderipe, Pinguim pertencia a uma das facções que domina o tráfico de drogas emPelotas. No entanto, devido a uma discussão com o líder de uma delas, foi expulso da organização criminosa. Alves, é considerado pela polícia um bandido de alta periculosidade.

A investigação da Corregedoria da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) que aponta como o detento conseguiu fugir da escolta deve ser concluída em 60 dias. A estimativa foi divulgada na quarta-feira quando a equipe da Corregedoria esteve em Pelotas para a vistoria que irá apurar as causas da fuga de Rodrigo.

Pinguim retornava a Pelotas após passar dez dias internado no Hospital Penitenciário Vila Nova, em Porto Alegre, para onde foi transferido para tratar de tuberculose contraída no presídio.

De acordo com o diretor da casa de detenção, Fluvio Bubolz, dois agentes e um motorista estavam no veículo. O detento conseguiu se soltar da algema presa à maca e, quando o veículo passou por um quebra-molas, ele saltou da ambulância, que estava em movimento no momento da fuga.

Conforme o diretor do PRP, os três servidores envolvidos na ocorrência prestaram depoimento à Corregedoria, na 5ª Delegacia Penitenciária Regional (DPR). O automóvel utilizado para realizar o translado do detento foi periciado.

Diário Popular

Rodrigo Alves debocha da Segurança do PRP em suas publicações
Rodrigo Alves debocha da Segurança do PRP em suas publicações