Estado sinaliza aplicar plano de ação para conter violência em São Leopoldo

218
Moa se reunião com secretário da Segurança do RS
Moa se reunião com secretário da Segurança do RS

Secretário Wantuir Jacini se comprometeu em participar da próxima reunião do GGI no próximo dia 23

Porto Alegre/São Leopoldo – Um plano de ação será elaborado nos próximos dias pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) do Governo do Estado como forma de minimizar os índices de violência recente em São Leopoldo. A ação é uma resposta à requisição da Prefeitura de São Leopoldo. A proposta foi acordada entre o secretário de Segurança Pública estadual, Wantuir Jacini, após reunião hoje no fim da manhã (10) no prédio da cúpula da Segurança, na SSP, com o prefeito de São Leopoldo, Anibal Moacir, o vice-prefeito, Daniel Daudt, o secretário municipal de Segurança e Defesa Comunitária, Jefferson Oliveira, secretária de Políticas para as Mulheres, Maria Inês Becker, e autoridades da segurança regional. No encontro, Jacini ainda se comprometeu em participar da próxima reunião do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) de São Leopoldo, marcada para o dia 23 deste mês.

O plano de ação deve ser traçado pela Brigada Militar e Polícia Civil. As duas forças estiveram representadas no encontro pelo comandante da Brigada Militar de São Leopoldo, tenente-coronel Nélio Tedesco e pelo titular da Delegacia de Polícia Metropolitana, delegado Marcelo Moreira. “Nós temos que mudar a cara de São Leopoldo em relação à Segurança Pública. Queremos que os moradores e comerciantes possam seguir a vida com naturalidade, mas para isso precisamos trabalhar juntos em todas as esferas”, destacou o prefeito Anibal Moacir. Um dos pedidos foi a ampliação do efetivo das forças de segurança local e maior presença ostensiva nas ruas.

O objetivo pretendido pela comitiva leopoldense em visita ao Piratini é ampliar os mecanismos de segurança e o efetivo para ajudar a diminuir os índices de criminalidade na cidade. “A nossa expectativa é de ver mais policiais nas ruas e diminuir essa sensação de insegurança que está dominando o sentimento da população de São Leopoldo. Nossa parte, o Município tem feito com a realização de várias ações com a Guarda Civil nas ruas”, salienta o vice-prefeito Daniel Daudt. Ele frisa que com a chegada do fim de ano, as vendas no comércio são intensificadas e aumenta consideravelmente a necessidade de garantir mais segurança.

Delegacia da Mulher
Gestão fez novo pedido de DP para Mulher Outra demanda discutida foi a criação da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM) em São Leopoldo. A demanda é antiga e vem sendo cobrada de forma insistente pela gestão municipal, principalmente diante das estatísticas que colocam São Leopoldo na liderança de crimes como o assassinato e a violência contra as mulheres. Durante a reunião da cúpula de Segurança, foi apresentado um novo pedido de urgência para a implantação. Segundo a secretária de Políticas para as Mulheres (SEPOM), apesar da carência de recursos no Estado, Jacini reconheceu a necessidade e solicitou que fosse encaminhado um novo ofício. O documento deve ser redigido nesta quarta-feira e após a assinatura do prefeito será encaminhado à SSP.

JORNAL VS