Brigada Militar lançará Operação Golfinho no dia 19 de dezembro

216
Salva-vidas estarão distribuídos em 329 guaritas: 22 no Litoral Norte, 30 no Litoral Sul e 71 em águas internas. (Foto: Jackson Ciceri/O Sul)
Salva-vidas estarão distribuídos em 329 guaritas: 22 no Litoral Norte, 30 no Litoral Sul e 71 em águas internas. (Foto: Jackson Ciceri/O Sul)

A 46ª Operação Golfinho da Brigada Militar, que se inicia no próximo dia 19 de dezembro, em Capão da Canoa, terá o número de servidores semelhante ao dos últimos anos na sua primeira etapa. A informação é do comandante-geral da BM, coronel Alfeu Freitas Moreira, ao final do encontro que reuniu, na sede do Comando, em Porto Alegre, os comandantes de unidades envolvidos nesta edição.

Até o mês de março de 2016, serão intensificadas as ações de polícia ostensiva, bombeiros e salva-vidas no Litoral Norte e Sul e balneários de águas internas, isto é, com área de banho em lagos, lagoas, rios e açudes. “Nosso objetivo é evitar afogamentos, realizar salvamentos e aumentar a segurança em vias públicas. Então na reunião de hoje fizemos os ajustes finais para receber bem nossos brigadianos que vêm para a Operação Golfinhho e garantir um veraneio seguro e tranquilo para todos os que buscarem os litorais gaúchos”, explica o comandante-geral da Brigada Militar.

No primeiro período da operação, que vai até 31 de dezembro, o efetivo total da Brigada Militar será de aproximadamente 3 mil policiais militares, sendo 2 mil para as ações de polícia ostensiva e de 1 mil para atividades de bombeiros. A partir de 1º de janeiro de 2016, a previsão é de um total de 5,6 mil PMs, sendo cerca de 4 mil para as atividades de polícia e de 1,6 mil entre bombeiros e salva-vidas.

Guaritas

Os salva-vidas estarão distribuídos em 329 guaritas: 228 no Litoral Norte, 30 no Litoral Sul e 71 em águas internas. Também serão feitas ações de polícia ostensiva rodoviária, ambiental e fazendária, além do uso de aeronaves da corporação para apoio às ações de polícia e auxílio em salvamentos, resgates e buscas e operações de proteção ao meio ambiente.

O SUL