Brigada Militar de São Leopoldo deve ter quartel próprio, diz prefeito

124

cvfAtualmente a BM está localizada na Rua Amadeo Rossi com aluguel mensal de R$ 25 mil

São Leopoldo – Um problema histórico da segurança de São Leopoldo está com os dia contados. Após 22 anos de espera e várias mudanças de endereço o 25º Batalhão da Polícia Militar terá sede própria. Conforme o prefeito Anibal Moacir da Silva (PSDB) a empresa Forja Taurus doará área para o quartel num espaço junto à empresa, localizada na Avenida São Borja, onde hoje funciona toda a planta da empresa no Estado.
Cauteloso o comando da BM prefere não falar dizendo, por meio da assessoria de imprensa que o “negócio não estaria totalmente acertado e a divulgação poderia atrapalhar”.  Porém, ontem pela manhã, por duas horas, no gabinete do prefeito Anibal Moacir, o assunto com o comando da BM e direção da Companhia Brasileira de Cartuchos (CBC), proprietária da Taurus, foi a necessidade de agilizar a tramitação de licenças de responsabilidade do Município para construção de um quartel de mil metros quadrados.
“A ideia é inaugurar o quartel em 21 de abril, dia de Tiradentes patrono da corporação. Esse assunto é tratado desde o ano passado. Mantivemos em sigilo como foi solicitado. Nossa participação é agilizar a burocracia para que os prazos sejam cumpridos”, destacou o prefeito. A reportagem do Jornal VS tentou contato com a direção da empresa ontem à tarde sem que houvesse retorno. Atualmente a BM está localizada na Rua Amadeo Rossi com aluguel mensal de R$ 25 mil.
Conforme o prefeito Anibal Moacir, as tratativas sobre sede própria para o 25º BM tiveram início com a transferência da planta da Taurus de Porto Alegre para São Leopoldo. “Isso é um ganho para São Leopoldo porque significa mil empregos. A doação da área para a BM precisa ser comemorada porque será economia para os cofres públicos e uma estrutura digna para os policiais. Isso atrairá mais policiais para o Município”, observou o prefeito. Há mais de uma década a BM, entidades e autoridades municipais estão mobilizados pela construção do quartel. Foram diversas tentativas e locais anunciados, porém nunca foi concretizado pela falta de recursos dos cofres estaduais para viabilizar a construção.
JORNAL VS