Operação Golfinho termina neste domingo no litoral gaúcho

125

17911106Número de salvamentos e de mortes por afogamento caiu 50% em relação à temporada passada

Fevereiro está indo embora e com ele vão também os 1.080 salva-vidas que estavam atuando desde 19 de dezembro nas 329 guaritas dos litorais norte, sul e águas internas do Estado. E o balanço, até agora, é positivo. O número de salvamentos e de mortes por afogamento caiu 50% em comparação com o mesmo período da temporada passada.

Até a última quinta-feira, foram 842 salvamentos ante 1.684 registrados no ano passado. Destes, 714 ocorreram no Litoral Norte, 52 no Litoral Sul e 76 em águas internas. Em relação à quantidade de mortes, foram seis até o momento, sendo cinco no Litoral Norte e uma em águas internas. No veraneio 2014/2015, o número de óbitos chegou a 12.

Comandante da Operação Golfinho, o major Julimar Fortes Pinheiro elege prevenção como a palavra-chave para o sucesso deste ano.

– Os números desse ano mostram que estamos no caminho certo. Nossas táticas foram desde sinalizações, passando por um contato mais direto dos salva-vidas com os banhistas, apitando em situações de perigo ou mesmo descendo da guarita e conversando. A conscientização da população está aumentando gradativamente – afirmou.

Embora satisfeito com os dados até agora, o major adota um discurso de pés no chão:

– Não podemos nos acomodar. Temos que trabalhar para a cada ano ampliarmos nossas estratégias de prevenção. Nosso ideal é zerar o número de mortes.

A expectativa é de que os salva-vidas retornem ao litoral no feriado de Páscoa.